Meu Pai E Eu No Aeroporto

Meu pai e eu no aeroporto

Me chamo Mel, tenho 18 anos, cintura fina, seios médios e quadril mais que farto.

Sou filha de pastor, e na minha igreja sempre fui elogiada pela minha beleza.

Meu pai me chamou uma tarde para ir com ele no aeroporto para trocar umas passagen aéreas, fui sem problemas, fomo o caminho conversando, trocamos as passagens, tomamos um ovo maltine na volta e ficamos no estacionamento do aeroporto rindo e conversando.

Meu pai nunca me pareceu tão lindo como naquele momento, aqueles cabelos loiros, aqueles olhos profundos de cílios longos, aquele sorisso acanhado, eu seria capaz de beijá-jo se ele não fosse meu pai, eu mal terminei de pensar quando ele ja estava tão perto que eu pude sentir seu hálito fresco. Aquela boca linda pela primeira vez tocou a minha.

Recuei apavorada, sem saber o que fazer, ele também não disse nada, deu partida no carro e seguimos viagem, mas a semente do desejo já havia sido plantada, ambos sabíamos que o estávamos querendo fazer era terrível, mas não resistimos.

Saímos do aeroporto e ele parou no acostamento da estrada mais deserta que pudemos encontrar, fomos instintivamente para o banco de trás e ele me abraçou, o cheiro que ele tem me arrepiou inteira, a voz aveludada dele acostumada aos púlpitos susurrou no meu ouvido que me amava, eu não podia mais resistir.

Abri sua calça e fiz o melhor que pude com aquele órgão todo a meu dispor, lambi como se o mundo fosse acabar naquele momento, lembro de ter olhado para ele e ver os olhos dele olhando de volta para mim, seria romântico se não fosse insâno, lambi até me fartar.

Ele me deitou no banco do carro e deitou-se sobre mim, lamentei tanto saber que talvez eu nunca mais tivesse aquele corpo sobre o meu, pois aquela loucura nunca poderia se repetir, ele esfregou o pênis em minha vagina sem penetrar, oque me enlouqueceu de vontade de dar pro meu pai.

Aquele momento de excitação ele me levantou bruscramente e e colocou de quatro, continuou a esfregar o pênis sem me penetrar, eu sentia a mão dele nas minhas nádegas e segurando forte os meus quadris, isso só aumentava o meu desejo.

Pedi a ele com a voz em êxtase: Coloca logo, vai. Ele disse que não, que não teria coragem, pedi que pelo menos a cabecinha ele colocasse, ele esfregou aquele cacete lindo em mim mais um pouco até quase gozar, quando o orgasmo se aproximava ele me penetrou de leve, só o suficiente para que a gala ficasse toda dentro de mim, sem sujar o banco do ford fiesta dele.

Os poucos segundos em fomo um só me valeram a vida toda.

Hoje eu sou noiva de um outro rapaz, nunca mais meu pai repetiu a façanha nem tocamos no assunto, mas toda vez que meu namorado meu toca, eu lembro dos olhos do meu pai e sinto um desejo profundo de ter ele outra vez e dar pra ele com todo o meu entusiasmo, como não pudemos fazer da primeira vez.

Contos relacionados

Waka Waka Na Piscina!

Waka Waka na piscina! O que me motivou a escrever meu primeiro conto foi uma noite maravilhosa que passei, vou lhes contar. Sou Jaqueline ou Jack, uma morena da cor do pecado mesmo, magra com seios médios, um pouco de coxa e um lindo rosto de...

Exibicionismo De Uma Esposa Recatada Na P

 EXIBICIONISMO DE UMA ESPOSA RECATADA NA PRAIA bom pessoal! o que vou relatar agora é uma estória real que aconteceu comigo e minha esposa numa viagem que fizemos à praia. Somos de mato grosso,estamos na casa dos trinta anos me chamo Marcos e sempre...

O Estagiario

 - Meu nome é Lauren(ficticio) tenho 24 anos, moro sozinha, sou morena de olhos azuis, cabelos cacheados com mechas vermelhas. Bom em um dia de visita a minha ginecologista a secretaria dia que a Dr.Fernanda não iria pois estava doente, mas perguntou se eu...

A Ceia

O meu desejo tinha tanto de profano como de absurdo. Naquela noite de inverno, o meu Dom convidara-me para um jantar numa festa privada, a ter lugar  num palácio da alta burguesia.  As instruções dele tinham sido claras: Deveria de estar de olhos...

Uma Mulher Pra Lá De Gostosa!

Uma mulher pra lá de gostosa! Olá pessoal! Sou leitor assóduo de contos erúticos e costumo navegar por quase todos os sites do g?nero, mas o Acervo de Contos é o meu predileto, o qual escolhi para postar essa experiência maravilhosa que vivi com...

Pedi Tanto Que Ela Fez...

Pedi tanto que ela fez... Amigos leitores, vou contar pra vocês, a história que meche com minha cabeça, me deixando louco de tesão e me tirando do sério. Meu nome é Luiz, branco, alto, boa aparência e divertido e namoro com Fátima a três...