Luci A Casadinha Insaciavel

CONTO ÉROTICO HÉTERO  Luci a casadinha infiel, um tesão de mulher Manhã de sábado, me encontrei com a Luci no serviço onde ela trabalha como atendente de uma empresa de telecomunicação, sés horas ela sai na portaria do prédio ainda com o crachá no peito e com carinha de sono, ela tava linda com um vestido azul soltinho mostrando um par de coxas de deixar qualquer marmanjo babando. Entra  no carro e coloca  no banco de traz seus pertence, e me dá um selinho e um bom dia com sua voz rouca como que estivesse com uma mistura de sono e tesão ao mesmo tempo, acelerei o carro destino a um Motel nas margens de uma Rodovia que liga a São.Paulo ao litoral. Chegando naquele lugar, ela como de costume foi se despindo, deixando a mostra um par de peitos lindos e uma bucetinha  bem depiladinha e a bundinha empinadinha, hummmmm , hummmm, enquanto eu tirava o tênis ela enche a Hidro, e quando eu entro vejo uma imagem linda, ela deitadinha na água mostrando aquela coisinha linda que me encheu de tesão, eu de pau duro beijando aqueles lábios carnudos, que delicia. Mesmo dentro dáágua eu comecei a me deliciar daquele corpinho pincelando de leve a pica no grelinho dela até que estava toda lubrificadinha, e o penis entro suavemente deslizando em sua parede vaginal que a estas alturas estava parecendo que tinha um anel apertando o meu cacete, que loucura quando ela diz amor vamos pra cama, se levantando da Hidro e desfilando em minha frente deixando eu mais louco ainda de excitação. Começo abrindo aquele par de coxas e vejo bem pertinho de minha boca uma bucetinha lisinha aparecendo a pontinha do clitóris, hummm sem perde  tempo começo a passar a língua freneticamente, sinto ela se retorcendo e falando baixinho , vem amor, vem, sentindo o inicio de seu gozo rapidamente infio meus vinte centímetro de pica de uma só vez que gostosaaaaaaa, sabe aquela buceta parece um capuz de fusca, começamos um movimento acelerado, imediatamente comecei ouvir seus gemidos que me deixa maluco, bato forte segurando suas pernas, que me liberava uma posição onde eu atingia seu útero, gozadas e mais gozadas, eu estava transtornado possuído por uma tara louca. A MINHA Luci estava exausta, deitadinha de bruço me oferecendo uma visão linda daquela bundinha gostosa,comecei a pincelar meu pau naquele orifício rosado, quando tentava penetrar ela dizia não vida, não, isso me dava mais tesão ainda coloquei somente a cabecinha e mexendo gostoso quando ela me surpreende dizendo, vamos pro chuveiro, hummmmmmmmm imagina ela com aquela bunda empinada me oferecendo pra que eu podes se penetrar devagarzinho, foi isso que aconteceu, fui enfiado no corpaço de seus quadris  até que entrou tudo arrancando um gemido profundo de minha Lu, depois que estava tudo dentro começamos um vai, e vem frenético enquanto ela massageava seu grelinho até que atingimos um orgasmo prolongada mente. De volta pra cama metendo naquela buceta aconteceu algo que eu nunca havia sentido, um orgasmo duplo, achei que iria desmaiar uma sensação muito gostosa. CONTO ÉROTICO HÉTERO  Luci a casadinha infiel, um tesão de mulher Manhã de sábado, me encontrei com a Luci no serviço onde ela trabalha como atendente de uma empresa de telecomunicação, sés horas ela sai na portaria do prédio ainda com o crachá no peito e com carinha de sono, ela tava linda com um vestido azul soltinho mostrando um par de coxas de deixar qualquer marmanjo babando. Entra  no carro e coloca  no banco de traz seus pertence, e me dá um selinho e um bom dia com sua voz rouca como que estivesse com uma mistura de sono e tesão ao mesmo tempo, acelerei o carro destino a um Motel nas margens de uma Rodovia que liga a São.Paulo ao litoral. Chegando naquele lugar, ela como de costume foi se despindo, deixando a mostra um par de peitos lindos e uma bucetinha  bem depiladinha e a bundinha empinadinha, hummmmm , hummmm, enquanto eu tirava o tênis ela enche a Hidro, e quando eu entro vejo uma imagem linda, ela deitadinha na água mostrando aquela coisinha linda que me encheu de tesão, eu de pau duro beijando aqueles lábios carnudos, que delicia. Mesmo dentro dáágua eu comecei a me deliciar daquele corpinho pincelando de leve a pica no grelinho dela até que estava toda lubrificadinha, e o penis entro suavemente deslizando em sua parede vaginal que a estas alturas estava parecendo que tinha um anel apertando o meu cacete, que loucura quando ela diz amor vamos pra cama, se levantando da Hidro e desfilando em minha frente deixando eu mais louco ainda de excitação. Começo abrindo aquele par de coxas e vejo bem pertinho de minha boca uma bucetinha lisinha aparecendo a pontinha do clitóris, hummm sem perde  tempo começo a passar a língua freneticamente, sinto ela se retorcendo e falando baixinho , vem amor, vem, sentindo o inicio de seu gozo rapidamente infio meus vinte centímetro de pica de uma só vez que gostosaaaaaaa, sabe aquela buceta parece um capuz de fusca, começamos um movimento acelerado, imediatamente comecei ouvir seus gemidos que me deixa maluco, bato forte segurando suas pernas, que me liberava uma posição onde eu atingia seu útero, gozadas e mais gozadas, eu estava transtornado possuído por uma tara louca. A MINHA Luci estava exausta, deitadinha de bruço me oferecendo uma visão linda daquela bundinha gostosa,comecei a pincelar meu pau naquele orifício rosado, quando tentava penetrar ela dizia não vida, não, isso me dava mais tesão ainda coloquei somente a cabecinha e mexendo gostoso quando ela me surpreende dizendo, vamos pro chuveiro, hummmmmmmmm imagina ela com aquela bunda empinada me oferecendo pra que eu podes se penetrar devagarzinho, foi isso que aconteceu, fui enfiado no corpaço de seus quadris  até que entrou tudo arrancando um gemido profundo de minha Lu, depois que estava tudo dentro começamos um vai, e vem frenético enquanto ela massageava seu grelinho até que atingimos um orgasmo prolongada mente. De volta pra cama metendo naquela buceta aconteceu algo que eu nunca havia sentido, um orgasmo duplo, achei que iria desmaiar uma sensação muito gostosa.

Contos relacionados

Primeira Aventura Sexual

Primeira aventura sexual Me chamo Julia: sou branca, de cabelos escuros cacheados, seios pequenos, bundinha empinada e alta para minha idade na época. Morava com minha mãe e seu ?namorido?, em um Ap pequeno de dois quartos. Prefiro não revelar a...

A Gatinha De E.S. Da Net Para O Hotel

A gatinha de E.S. da net para o hotel A Gatinha de E.S. (da net para o quarto de hotel) Bom, tudo começou pela internet, famoso MSN eu cheguei na sua cidade, me acomodei num hotel bom, logo apos, liguei para ela, te convidei-a a ir me...

Flagrada em plena luz do dia dando o cuzinho.

Após minha primeira vez com outro homem, conforme narrei no conto anterior, fiquei tentada a irmos mais além, mas não sabia o quanto seria o ideal então convidei meu marido para irmos a alguma praia deserta fazer algum tipo de putaria. Pegamos nosso carro...

A Casada Da Internet

A casada da internet Este é o meu primeiro conto, e vou relatar exatamente o que aconteceu há exatamente dois anos. moro no interior do parana. Numa certa noite, por volta das 22:30 horas estava navegando na net quando resolvi entrar numa sala de...

Corno Na Colônia De Férias

Corno na Colônia de Férias Sou casado com uma linda mineirinha, ela é meio gordinha mais nada exagerado, alias para mim ela é perfeita, Loirinha, com uma bunda deliciosa e uns peitos lidos grandes, sem me gabar o corpo parece o da Mulher...

Nair Meu Tesão

Sou completamente tarado por uma colega professora. O nome dela é Nair e tem pele clara, seios grandes e tem a mania de conversar com a gente bem perto de jeito que o cotovelo encosta em seus seios. Toda vez que isso acontece fico de pau duro. Bom Um dia...