Fui Mulherzinha

Ola.

Me chamo caio tenho 36 anos, mais este conto aconteceu quando eu tinha 27 anos .

Sou casado e nessa epoca mi ha esposa recusava em fazer sexo.

Eu queria gozar diferente ja nao aguentava se mastubar, minha mulher tem um vibrador que quando agente transa eu soco no rabo dela, um dia ela saiu e fui tentar socar ele no meu rabo, lubrifiquei meu cu com seringa cheia de oleo intimo e fui rasgando meu cu aos poucos.

Eos dias foi passando e todo dia ia alargando mais ainda meu cu ate que com uns 2 meses conseguia enfiar o vibrador de 22 cm e mais um cabo de escova junto fiquei largo, porem nao sentia nd.

Ate que descidi arrumar um macho, procurei em tudo qhanto e rede um negro do estilo monster cock.

E consegui.

Marcamos e nos encontramos ele nao imaginava como eu era, fomos pro motel e la fui me depilar fazer chuquinha me maquear coloquei uma micro calcinha uma blusinha mostrando a barriguinha brincos de pressao um salto e um shortinho socado no rabo, fiquei uma putjnha perfeita quando sai do banheiro senti q ao me ver os olhos dele encheu de tesao.ele veio chegando e acho q me arrependi.

Fui tentando sair mais ele me pegou a forca segurou meus bracos e me beijou em seguida falou no meu sussurou no meu ouvido:sua puta agora vc nao vai fugir….

Ele me jogou na cama tirou aquele cassete enorme e me obrigou a chupar, me fez engolir aquele cassetao q mal cabia na minha boca.

Comecei a gostar da brincadeira e se fazia de djficil quando ele me pedia algo ate q ele arrancou aquele pau todo babado da minha boca me virou com um tapa pos meu rabo pra cima e socou sem do, gritei e chorei de dor e tesao, quando relaxei ele mandou eu calvagar, comecei devagar quando menos percebi eu ja estava pulando naquele pau grosso.

Ele nao aguentou e gozou muito no meu rabo por um instante pensei q ele mijou.mas nao era mijk era muita porra quente, e ele ainda cheio de tesao me virou e senti que estava fraco, comecei a mamar bem devagar igual uma bezerrinha o negocio foi crescendo de novo ate q soltou um jato de porra na minha cara e boa parte na boca, abri a boca e mostrei o leite dele pra mostrar q ele q manda e ele me fez engolir.

Ficamos a noite inteira fodendo muito ate q ele cansou deu a ultima se vestiu e foi embora q nem deu tchau.

Adorei….toda vez que ele precisa trocar oleo ele me liga ainda continuo casado e sendo puta de um macho gostoso.

Uma pena que ele mudou de cidade.

Contos relacionados

Prazeres Privados E Perversos

São quase seis horas da manhã, e Gisele, 20 anos, volta a pé pra casa, depois de uma longa e cansativa folia de carnaval. Usa um topzinho branco justo ainda um pouco molhado de suor, que deixa, além dos seios fartos ainda mais evidentes, as auréolas...

Minha Tara, O Inicio.

Olá amigos bom dia. Sou o Cariocaa1976 e vou começar a narrar como me tornei um fissurado em por sexo grupal ménage e voyeurismo, adoro ver minha esposa sendo desejada e adoro vê-la gozar feito louca fico doido de tesão, todos os fatos que virão a...

Sonhos E Pesadelos

Sonhos e pesadelos Senti uma antipatia por aquele homem quando ele começou freqüentar a nossa casa mas ele era o namorado da minha mãe e eu não podia dizer nada, assim que eles chegavam eu me trancava no meu quarto porque aquele homem ficava me...

Gata Quente II

Gata Quente II Olá!..no relato anteior, contei como conheci uma gatinha linda no ônibus, mas que ficamos somente nas chupadas e masturbações,mas bem que foi muito excitante e prazeroso pra ambos...gozamos bem gostosinho...podem até...

Dei A Bunda Pela Primeira Vez Para Um Sup

Sempre gostei de me travestir. Desde adolescente tenho essa curiosidade em saber o que sente uma mulher. Gostava de colocar as lingeries ousadas que minha mãe ganhava dos namorados. Gostava de penetrar tudo o que parecesse com um pau - tubo de shampoo,...

Transa Maravilhosa Depois De Muito Tempo.

Transa maravilhosa depois de muito tempo. Oi meu nome e Carla e namoro desde 2006,eu e meu namorado tinhamos uma vida sexual ativa no primeiro ano de namoro,mais ja no 2º ano eu perdi o interesse por sexo,sendo que com ele nunca tinha sido nem um...