Marido Voyer

Ola meu nome é Duda tenho 27 anos, sou casada a 8 anos. Sou loira 1,62, corpo malhado, amo academia, conheci meu marido em uma então, somos um casal bonito de corpo escultural. Meu marido sempre gostou de me exibir, e eu adoro, sou exibicionista nata rs. desde quando começamos a namorar meu marido me falou dessa fantasia, achei uma loucura, cheguei a terminar com, pois não aceitava sempre o amei com muita paixão e não me imaginava com outro homem. Nos casamos e ele não tocou mais no assunto. Mudamos de Estado e devido a correria do meu marido só eu voltei para a academia. Indo todos os dias treinar, com a atenção especial do Personal comecei a sentir um certo interesse por ele, e ele tbem percebia q me ajudava sempre de pau duro e fazia de td para esfregar aquele pau na minha abunda, no começo fiquei assustada, mas acabei gostando. Só que não queria trair meu marido pois o amo. Foi então que em uma noite de muito tesão com meu marido, perguntei sobre a fantasia, ele disse q ainda tinha que sonhava me ver com outro, foi ai que disse que topava que tinha encontrado alguem para realiza-la. Ele ficou doido rs, nunca vi meu marido com tanto tesão. Começou ir na academia qdo eu estava sem falar que era meu marido só para observar ele se esfregando, ficava louco ele transava muito comigo era louco. Mas eu tinha um certo receio de como seria a reação dele, comecei a sair com meu Personal e contar os detalhes pra ele, ele tinha tanto tesão que chegava a gozar 2  a 3 vezes comigo depois. Viramos amantes saiamos toda a semana. Meu marido pagava salão, me dava roupas caras, me tratava como rainha e cada vez mais demonstrava seu amor por mim, e eu me apaixonava cada vez mais por ele. Um dia falei para meu Personal que gostaria que meu marido participasse, depois de um tempo ele concordou e foi a melhor noite da minha vida. O Personal hj é nosso “amigo”, saimos a 3, saimos tbem a 2 ,como 2 namorados apaixonados. Algumas vezes quando saimos sozinhos faço algumas filmagens, mas oque eu gosto mesmo é qdo ele me pega sem avisa no meio do expediente de trabalho, vamos para o Motel e chego em casa toda melada de porra e fala p o meu marido que sai com ele e quero q ele tbem goze na minha bucetinha que ja esta toda melada, ele fica louco. Não vou expor meu marido, mas ele trabalha de farda e muitas vezes ele esta de serviço, ligo pra ele e falo que acabei de dar para meu Personal e quero dar pra ele naquela hora, ele fica louco, pega a viatura e qdo vejo ele ja esta dentro de casa com a farda e com o pau duro de fora pronto pra me pegar gostoso. Adoro isso sair sem ele saber rs e fazer essa surpresinha pra ele. Essa é minha história espero que gostem!!

Contos relacionados

2 Priminhas Assanhadas!

2 Priminhas Assanhadas! Olá Leitores.. No ano passado(2008),Eu,e meus dois primos fomos passar um feriado em Angra dos Reis. Eu me chamo Tiago!! No decorrer da viagem nos estávamos falando sobre sexo!!...E eu era o único virgem,,e...

Esposa Exibicionista 1

Hoje, quarta-feira, tivemos aqui em casa a manutenção do vidro e a tela de proteção da sacada do nosso apartamento. Vieram dois homens e logo foram para sacada reolver o problema, começaram a trabalhar com o vidro de fechamento e a tela de proteção. ...

Fodida Em família

Fodida em Família Meu nome é Sofia, morena, cabelos pretos compridos, 176 cm, bunda que chama atenção por onde passo, seios médios, um rostinho angelical. O conto que vou narrar aconteceu ano passado, e é uma história verídica. Eu tinha...

Como Paguei Por Uma Carona

Olá, meu nome é Rebeca e esta historinha que vou contar aconteceu com um colega da minha sala, do meu curso de contabilidade, o nome dele é JUDSON,ele é um cara muito bonito e simpático. Isto aconteceu uma semana antes de sairmos para o período de...

Fantasia Realizada Com Cavalos!

Olá, cá estou eu de novo para vos relatar mais uma de minhas aventuras... ou melhor, uma de minhas loucuras! Para quem ainda não me conhece vou-me descrever.......... Chamo-me Jenifer, sou morena toda branquinha, cabelos compridos, olhos castanhos, 1,63m...

Minhta Tara (2)

O sabor de sentir tesão por compartilhar a minha mulher com outrem surgiu como o relatado no primeiro conto ?Minha Tara (1)?. E tal tesão foi crescendo quando descobri também que ao contar a ela três dias depois o sucedido, estando nós deitados à noite,...