Fodendo Mãe E Filha

Fodendo mãe e filha Depois de um longo inverno, cá estou de volta para narrar as minhas aventuras ao longo de minha vida. Se não posto muitos contos é porquê, além de serem verdadeiros, não é sempre que se apresenta uma história digna de ser contada. Mas não posso deixar de compartilhar a minha mais nova aventura que, ainda bem, está se passando neste momento. Como sabem, gosto de dominar um casal. De preferência que sejam em minha cidade e com pessoas que tenham afinidades comigo. Faz um tempo recebi um e-mail de um homem que se denominava ? corno infeliz ?. Fiquei curioso em relação ao nome e resolvi ler seu e-mail. Ele começava me dizendo que era casado há mais de 15 anos com uma mulher que era um mulherão. Loira, alta, sensual mas completamente é sem sal ? ( segundo suas palavras ) e que não ligava para sexo. O nome deste amigo era Raphael e sua esposa se chamava Cecília. Era uma família de classe média, residente em São Paulo, empregos estáveis e com uma filha de 17 anos e um filho de 19 ( que cursava medicina no interior do Rio ). Contou que se casaram jovens ( porquê ela engravidou do filho mais novo ) quando ambos tinham 18 anos de idade. Se casaram e tinham uma vida pacata e feliz. Ocorre que ele sempre gostou de observar como sua esposa chamava a atenção dos homens quer fosse na praia, no clube ou simplesmente ao sair de casa para ir trabalhar. Disse que no começo, ele morria de ciúmes mas depois foi se conformando ( já que não poderia brigar com todos os homens do mundo ) em ver sua mulher ser observada e, depois de um tempo, até começou a curtir isso. Tentou, ao longo do tempo, falar com sua esposa para que se produzisse mais, tentou comprar roupas mais sensuais e ela reclamava com ele dizendo que onde já se viu o marido comprar roupas para a mulher ser paquerada pelos outros. Que ele não mais a amava, que não sentia mais tesão por Ela, etc… Ele achava que tinha algum problema de sentir tesão ao ver sua mulher sendo observada. Procurou se informar na net ( bendita internet ) e viu que isso era mais comum do que imaginava. Que passou a devorar contos eróticos, especialmente os que falavam de cornos, de maridos sendo chifrados, de esposas safadas, etc…Que ele tinha lido um outro conto meu ( leilão de uma loira ) e que tinha adorado o conto, ainda mais pela mulher ser loira como a mulher do conto. Que não parava de pensar no assunto e que, um dia, depois de tomar umas e outras, resolveu mandar um e-mail para mim. Li seu e-mail bem interessado ( ainda mais por ser casado com uma loira, claro ), trocamos alguns e-mails e marcamos um dia num shopping de SP para tomarmos um chopp. Ao chegar, ele estava visivelmente nervoso. Reparei que ele se expressava bem, tinha senso de humor ( apesar da timidez inicial ) e que estava realmente angustiado com a situação. Disse que iria ajudá-lo a transformar sua esposinha em uma putinha ( ele arregalou um olho ao ouvir isso ) mas que ele teria que me obedecer em tudo. Fiz literalmente uma entrevista com ele para saber até onde eu poderia ir. Decidimos que ele iria me apresentar como um amigo, visto que ele trabalhava na área de TI e tinha vários contatos que eram desconhecidos para Cecília. Como tenho uma empresa de turismo, combinamos que ele diria a esposa que ela tinha reencontrado um amigo e que, ao saber que este amigo tinha uma empresa de turismo, resolveu ver um passeio de final de semana no Rio de Janeiro com Cecília e a filha. Só que todos sabem que quem decide mesmo tudo é sempre a mulher e foi isso o que ele disse para ela. Para não ficar estranho um amigo recém encontrado ir jantar em sua casa, resolvemos ir a um barzinho em Moema. No dia marcado, fui para o barzinho e vi que ele já tinha chegado e que estava ao lado de uma loira simplesmente espetacular. Ambos se levantaram para me cumprimentar, Raphael me deu um abraço e me apresentou Cecília. Ela deu um sorriso doce e disse que finalmente ela tinha me conhecido, pois raphael só falava de mim e da viagem ( como eu o tinha instruído! ). Sou tremendamente observador, além de ficarmos conversando por algumas horas sobre tudo, eu observava como eles se tratavam. Ela tinha uma postura de domínio sobre ele e raphael a obedecia em tudo. O que comer, o que beber, etc…Eu, para chamar a atenção, disse: Ê, Raphael, encontrou uma mulher que lhe pôs o cabresto, hein? Ambos deram risada e Cecília disse: E você, Jorge? Nenhuma mulher lhe pôs cabresto? Eu sorri e disse: E nem vão! Percebi um brilho em seu olhar ao ouvir minha resposta e um sorriso dissimulado. Decidi, então, convidá-los a viajar comigo. Ao invés de ele viajar para o Rio e ficar em um hotel, convidei-os a irem para minha casa que eu tenho em Búzios, igualmente no Rio para quem não conhece. Ela ficou toda feliz e aproveitamos um feriado prolongado de novembro para viajarmos. Neste intervalo, ela sempre me ligava para ver detalhes do que levar, se eu precisaria de alguma coisa em casa, etc…Fui dando corda e brincando com ela sempre que podia e percebi que ela adorava meu jeito de brincar. Uns dias antes ela me perguntou muito sem graça no fone: Jorge, minha filha Thais é muito cara de pau e perguntou se ela também pode ir com o namorado para Búzios!! Eu disse: Claro que sim! Só preciso do nome completo dos dois para comprar as passagens de avião ( a vantagem de ter uma empresa de turismo é sempre sobrar algumas passagens! ) . Ela me deu os dados depois e disse: Você é muito fofo!! ( porra, fofo é meu cachorro!! ). Eu disse: Você comigo pode tudo!! Ela disse, sorrindo: tudo mesmo?? Eu falei: vc pode mandar onde quiser, menos em um lugar específico. Ela perguntou: Qual lugar? Eu dei risada e desliguei o fone! No dia 19/11 ( véspera de feriado prolongado ), nos encontramos todos no aeroporto de Guarulhos com destino ao Rio.. Eis que chegam todos!! Cecília de short curto, uma camiseta, colar e pulseira! Ela estava super gostosa e vi, pelo seu rosto, que ela ficou feliz pela forma como eu a olhei!! As suas coxas eram inacreditáveis! Mas ao ver a filha deles ( Thais ) fiquei de queixo caído!! Era um retrato da mãe mais nova mas ainda muito mais gostosa!! Observei que o namorado dela era meio nerd pela forma como se vestia e se portava!! Pensei: agora é comigo! Dei dois beijos no rosto das duas, dizendo: Vou ser o cicerone exclusivo das duas onde quiserem ir!! Elas riam do meu jeito safado e comentavam algo entre si que não pude ouvir. Chegamos em búzios e instalei todos em minha casa. Todos comentaram sobre a casa que era linda, etc..Ao instalá-los em seus quartos, Cecília disse: Jorge, quantos quartos tem a casaí Eu disse: 5! Por que? Ela suspirou aliviada e disse: É que não quero que o namorado de Thais ( Claudio ) durma com ela!! Eu respondi: Que mãe controladora!! Ela disse: Não quero que aconteça com ela o que aconteceu comigo!! Respondi: Mas se eles quiserem, eles dão um jeito!! Ao menos eu daria!! Ela sorriu: Daria é? E eu: Pode apostar que sim!! Mas fiquei muito feliz em saber que Thais dormiria sozinha em um quarto só para ela, claro!! Na quinta fomos todos a praia ( Geribá ) e passamos o dia lá!! Eu amava ver as duas em seus biquínis enfiadinhos e a forma como Raphael estava curtindo meus cuidados com elas!! Uma hora, eu disse: Não desgrude do Claudio este final de semana inteiro, ok? Ele perguntou, surpreso: Por que? O que tem em mente? E eu respondi: Vou virar dono de sua família toda, corno!! E já vou começar!! Vou chamar Cecília para entrar no mar e vc diga que não quer ir quando ela chamá-lo!! E segure sua filha e o corno Junior ai!! Ele se assustou com minha forma de falar mas entendeu que quem mandava era eu! Chamei todos para o mar e raphael deu um jeito de segurar todos com exceção de Cecília!! Fomos andando e eu a deixava andar uns dois passos à minha frente só para olhar aquela bunda perfeita rebolando na minha frente!! Claro que ela reparou mas não disse nada, apenas sorriu. Entramos no mar e fomos andando até a água ficar um pouco acima da cintura dela! E deixei que a correnteza fosse nos levando para mais distante deles. Comecei a mergulhar e ela disse, triste: Pena que não sei nadar! Eu sorri e disse: Vamos aprender já! Ensinei-a a boiar e é claro que coloquei minhas mãos sobre aquela bunda gostosa e sobre as costas!! Ela disse: Safado, se aproveitando da mulher de seu amigo!! Eu não disse nada e apenas roubei um beijo de sua boca! Ela perdeu o equilíbrio e rolou de meus braços, afundando! Quando subiu me fuzilou com um olhar e disse: Como você ousaí Levantei minha mão e dei um tapa em seu rosto e disse: Beija direito, caralho!! E tornei a beijá-la! Ela tentou me empurrar mas a segurei e ela se entregou!! Aproveitei para enfiar meus dedos em seu biquíni e fiquei dedilhando sua bucetinha! Ela dizia: Pára, Jorge! Não faça isso!! Ou só disse: Cala a boca! Foi uma guerra que durou uns bons minutos até que ela se entregou de vez!! Peguei sua mão e a fiz segurar meu pau duro e ela deu um gemido forte e me beijou com mais força ainda!! Quase a fiz gozar mas parei! Ela me olhou, suplicante, e eu disse: vou te comer como se deve na MINHA CAMA, entendeu?? Trate de dar um porre em todos mas fique sóbria para eu te foder como se deve, ouviu?? Como ela nunca tinha sido desafiada assim, só a via acenar com a cabeça, assustada. Assustada, mas concordando com tudo o que eu dizia! Contato: [email protected] Vou postar, em seguida, a continuação

Contos relacionados

O Estagiario

 - Meu nome é Lauren(ficticio) tenho 24 anos, moro sozinha, sou morena de olhos azuis, cabelos cacheados com mechas vermelhas. Bom em um dia de visita a minha ginecologista a secretaria dia que a Dr.Fernanda não iria pois estava doente, mas perguntou se eu...

Siririca No ônibus

Olá, atualmente tenho 18 anos, e o que contarei aqui, é sobre uma experiencia muito boa que tive aos meus 14 anos. Bom, eu estudava em uma cidade um pouco distante da minha, e precisava pegar ônibus todos os dias. Certa vez eu estava no fundo do ônibus...

Armei Para Minha Esposa Com Negão

Sempre tive vontade de ser corno, tenho uma mulher linda, loira 1,65m 57 kg e uma bunda linda redonda e empinada. Na cama sempre falei coisas como imaginava ela transando com seus ex-namorados, colocando alguém em nossa cama para deixa-la louca. Assim certo...

Marcelo, O Meu Irmão Adotivo

Marcelo, O meu irmão adotivo Sou a Margarida, tenho e corpo e cabelo de Beyoncé, segundo o meu irmão Marcelo. Apesar de não me achar grande coisa acho que causo impacto nos elementos do sexo oposto, altura em que me tornei «um Mulherão» como...

Enteada não ? Sobrinha

Não via o meu irmão desde que eu me mudei para Floripa, raramente nos falávamos por telefone e foi uma grande surpresa quando ele me ligou dizendo que estava me aguardando na frente da minha casa. Depois da separação eu havia optado por viver só já ele...

Noiva No Churrasco

Olá pessoa, sou o Marcelo e vou relatar uma aventura deliciosa da minha noiva gostosa. Tenho 25 anos e a Raquel 24 anos (Raquel é uma mulher bela, cabelos castanhos e lisos na cintura, branquinha, olhos castanhos, corpo todo proporcional com os seios...