Aluna Nota 10

Final de semestre na faculdade, época de choradeira por pontos, normalmente só os mais fracos tentando desesperadamente aqueles pontos extras para conseguir média … eis que o Professor é surpreendido por uma das poucas alunas que passou direto em tudo … E que aluna … loira, coxas grossas, seios absolutamente deliciosos, cara de marrenta … tudo exatamente na medida para que o professor não fosse capaz de resistir. Todos já haviam feito as apresentações orais dos trabalhos em sala e ela (logo ela) se disse envergonhada, e que preferia fazer a apresentação de forma particular para o professor, mesmo não precisando de nota para ser aprovada. Ele aceitou a proposta, mas disse que a apresentação seria fora da faculdade. Trocaram mensagens e se encontraram dois dias depois. Mal ela entrou no carro foi-se a ética. O professor fez um leve carinho em seu rosto, levou a mão até a parte de trás do pescoço e a puxou para um longo beijo. Ela nem resistiu, na verdade já nem conseguia mais prestar atenção nas aulas já tinha um bom tempo … Carro em movimento ela quer saber onde será a apresentação, e ele responde apenas que será em uma local muito especial, e que ela terá uma aula particular também. Os carinhos começam a aumentar, em todos os sinais mais beijos, e a Aluna (já ficando vermelha) diz ao Professor que não imaginava que ele fosse assim tarado, no que ele, pega a mão da Aluna, coloca sobre a sua calça onde o seu pau já estava absolutamente duro. Fez-se a mágica, dali em diante aquela mão parecia ter vida própria, só queria saber de sentir aquele pau duro, pulsando! Chegaram ao local da ?aula?, o Forte de Copacabana, local turístico do Rio de Janeiro, que ele tinha escolhido especialmente porque ela vinha de outra cidade. Por algum tempo eram apenas mais um casal passeando normalmente pela fortificação, tomando um suco na Confeitaria Colombo, os assuntos ficaram mais tranquilos, até que foram conhecer as instalações da Fortificação, que funciona como um museu, visitaram os canhões, as salas de guerra, etc… O que a Aluna não sabia é que o professor era também advogado do Comandante Geral do Forte e que ele tinha reservado uma sala exclusiva dentro do Forte para a apresentação do trabalho. Quando entraram na sala determinada havia apenas uma mesa de trabalho de frente para uma janela com uma maravilhosa vista da Baia de Guanabara. Ele entrou, trancou a porta e lhe deu um longo beijo, as mãos puxaram o corpo da Aluna junto ao seu e ela pode sentir novamente que seu pau estava duro, quase que instintivamente já levou a mão para ele e começou a fazer carinho …. – Pronto, chegamos ao local da sua avaliação: – Ponto 1: vire-se, apoie os dois cotovelos sobre a mesa e empine sua bunda! E ali estava ela, submissa é absolutamente nervosa, dentro de um quartel ? com seu professor, sem saber bem o que ia acontecer. Á sua frente apenas o mar, atrás da porta, vários turistas e soldados. O Professor vai para as suas costas, levanta a sua saia e abaixa a calcinha. Dá um beijo e uma pequena mordida em cada lado de sua bunda e logo se ajoelha por trás da Aluna. Ela só sente quando a língua do professor começa a tocar a sua bucetinha por trás, já no primeiro toque quase um choque, ela treme toda, nervosa com a situação, em estar pela primeira vez com aquele homem, em estar em um local público, mas ele continua, vai lambendo cada pedaço daquela buceta com todo o tesão que já trazia da sala de aula. Ele vira a aluna, lhe beija novamente a boca e pede para ela subir na mesa e abrir as pernas e volta a chupar aquela buceta linda até que ela, nervosa e cheia de tesão, já com a respiração totalmente alterada, pede para ele é ?vem!? Mas essa também é uma lição … e ele diz que só vai sair dali depois que sentir o gosto do gozo dela na boca e volta a concentrar sua língua no grelinho rosado dela, enquanto usa um dos dedos para brincar com a entrada da sua buceta até que ela aperta sua cabeça com os joelhos fazendo muita força para não gritar. Apenas ai ele abre suas calças …. já também completamente louco, e começa a enfiar o pau duro naquela buceta linda, quente, molhada, e …. foi perfeito! Essa era a cena: Um professor com 40 anos de terno e gravata, uma aluna universitária de 20 anos, um quartel do exército aberto a visitação, e o sexo aumentando de intensidade, a mesa começava a dar sinais de que não ia aguentar a vontade dos dois e eles tiveram que mudar de posição. Ela, gulosa, tarada, safada mesmo, pediu sem a menor cerimonia pra cair de boca no pau do professor. E a mão dela, quase como se tivesse vida própria, sempre que possível vai instintivamente em direção aquele pau. Ele sabe que não tem mais muito tempo e resolve colocar na posição que é o seu ponto fraco, pega ela enfia novamente, puxa os cabelos e fala no seu ouvido, agora eu quero gozar! Larga os cabelos, pela ela pela cintura e começa a bombar com força cada vez maior …. força … força … força… Ela se empolga e avisa: Se você vier eu vou junto aaaaaaaaaaahhhhhhhhhh!!! Ainda com as pernas bambas eles se recompõem e dois minutos depois destrancam a sala para se juntar aos demais turistas …. mãos dadas … desalinhados, respiração ainda ofegante, e ambos satisfeitos. Ela, (aquela tarada!), tinha conseguido realizar sua tara de dar para aquele professor certinho e ele, nossa, ele sempre feliz de poder cumprir bem o seu trabalho!

Contos relacionados

A Despedida

Olá, meu nome é Lu, tenho 28 anos, gordinha, fundada, baixinha. Tive um romance com um cara casado, durante uns 3 anos e meio. Nunca tive sentimentos mais intensos, alem de tesão. Mas de uns tempos pra ca, as coisas esquentaram e não podíamos nos...

Transformando Um Casal

Transformando um casal Eu tenho 1,80 metros e sou loiro e sou dono de uma academia , essa historia começo quando eu vi que um dos maridos das minhas alunas pedia pra ela usar roupas curtas, ela é morena olho azul seios grandes e uma bunda redonda,...

Mulher Maravilha Maravilhosa

Já passavam das 11:00 hs da noite, e eu peguei o último lotação para voltar do serviço para casa. A motorista abriu a porta me encarando bem no meio das pernas... E já foi logo dizendo que a noite prometia... Desconfiado, vi que a lotação estava...

Gosto De Gozar Na Pica Do Meu Irmão Gêmeo

Gosto de gozar na pica do meu irmão gêmeo Meu nome é Nádia. Há 6 meses estou casada com o Bonfim, representante comercial, que só vive no interior trabalhando. Meu pai já havia feito uma casa de dois quartos nos fundos do lote em que moram....

Loucuras Inesperadas

Me chamo Marcos e minha noiva Samara, somos moradores de Belém do Para. Vou compartilhar com vocês  uma experiencia que eu considero unica e inesquecível que vivemos. certo dia fui buscar Samara no trabalho, como ela trabalha ate as 22;00 sempre vou...

Meu Marido Virou Corno Eu Nao Resisti

Meu marido virou corno eu nao resisti O que passo a contar agora realmente aconteceu, meu nome e Maria (fictício), eu tenho 1,70m de altura, devo ter quase 100cm de quadril, bundão como meu marido fala, cabelos cumpridos e olhos esverdeados. Sou...