Me Pegaram De Surpresa

Já era tarde da noite, Depois de uma balada, muita bebida, muita gente bonita, voltava pra casa, mas sem pegar ninguém. Resolvi parar pra comer num trailer no caminho de casa. Acho que o álcool estava ainda fazendo efeito, nem reparei nas pessoas que estavam ao meu redor. Fiz o meu pedido e o chapeiro me disse que ia demorar uns quinze minutos. Me sentei e comecei a olhar o que tinha rolado no face, foi quando percebi que havia alguém me olhando, eram duas amigas, lindas e falavam e riam quando olhavam pra min, perguntei o que estava acontecendo, elas disfarçaram e viraram para o outro lado, voltei a olhar o meu celular, e de novo percebi os olhares da outra mesa, não resisti e fui até lá pra saber o que estava acontecendo, pra minha surpresa fui convidado a me sentar.

Eram lindas, duas morenas de tirar o chapéu, corpo definido por boa dieta e malhação, cabelos longos e maquiagem leve, estavam divinas. Ficamos ali conversando um pouco, nisso meu lanche chegou, comi e continuamos o papo. Percebi que estávamos animados e começamos a falar de sexo, aqueles papos do tipo: Qual foi o lugar mais estranho que eu fiz sexo; com quem mais gostei; qual foi a maior sacanagem que eu já tinha feito. Tudo que elas queriam saber eu respondia. Nessa hora meu pau já estava se empolgando. Começaram a perguntar se eu tinha alguma fantasia. Falei que tinha vontade de transar com duas mulheres ao mesmo tempo. Eu chupava uma enquanto comia a outra. Fui falando das posições que gostaria de fazer e as perguntas começaram a ficar mais picantes e eu fui me animando mais ainda. Em pouco tempo já estava beijando a mais nova enquanto a mais velha passava a mão nas minhas pernas. Caracas, estava totalmente doido nas mãos das duas. Convidei as duas pra um role num motel ali perto, toparam na hora. Entramos no quarto e começamos uma esfregação louca. Tiraram minha roupa muito rapidamente e começaram a me chupar, foram tirando a roupa aos poucos até que ficaram só de calcinhas, que seios lindos elas tinham. Não me deixavam colocar a mão entre meio de suas pernas. Fui deixando rolar aquela chupada gostosa e de vez ou outra passavam a língua no cuzinho, não falava nada por que eram duas línguas e achava normal, só que de repente a coisa ficou mais séria, começaram a querer enfiar um dedinho no meu cuzinho virgem. Foram me acariciando, me beijando, sussurrando no meu ouvido, dai fui relaxando e coisa foi a acontecendo, a língua da mais nova era frenética no meu cuzinho, a língua da mais velha era mais cadenciosa, as duas eram deliciosas. Quando percebi já estava com um dedinho dentro. O papo de sexo começou de novo, queriam saber se eu tinha vontade de ter um pénis no cuzinho pra experimentar e eu, na empolgação, respondi que talvez não seria má ideia. Elas riam demais. Pra que, tudo que elas falavam era sobre um pau na minha mão, um pau na minha boca, no meu ânus, depois desse papo todo realmente fiquei com vontade. Veio a surpresa, me deixaram colocar a mão entre suas pernas e lá estava o que eu nunca imaginária, estar na cama com dois travestis, meu, deixei rolar, já estava louco mesmo. Não sei qual eu chupei primeiro ou se chupei os dois ao mesmo tempo, sei que a partir dai foi muito sexo gostoso, uma loucura que jamais esqueci. Nunca mais vi as duas. Posso dizer que perdi minhas pregas nesse dia.

Não revelei o nome delas por que não perguntei, do mesmo jeito que chegaram foram embora sem eu saber quem eram. Se por acaso elas lerem este texto quero dizer muito que foi a melhor noite da minha vida.

Contos relacionados

Recebendo Pela Carona

Recebendo pela Carona Este é meu primeiro conto, então acho que se faz necessária uma breve apresentação minha. Me chamo Ricardo, sou de São Paulo - Capital, moreno, cabelos pretos com alguns fios brancos surgindo; olhos castanhos...

Evangélica Safada

Evangélica Safada Hoje vou contar como conheci uma evangélica daqui da cidade onde moro, no RJ. Conheci Camila (fictício) através de um chat via msg de texo de celular. No início,quando ela me disse que era evangélica e estava noiva, juro que...

não ? Um Conto - Foi Real !

Não é um Conto - Foi Real! Tem coisas na vida que a gente nunca esquece. Apesar destes fatos reais, que aqui vou descrever, terem ocorrido há muito tempo, me lembro deles com todos os detalhes. Penso que se eu pudesse voltar no tempo, gostaria de...

Esposa Exibicionista Na Academia 1

Meu nome é Elisa, uma enfermeirinha muito gostosa, loirona de olhos azuis, com a pele branquinha, uma bunda bem malhada, redondinha e sexy. Sou casada com o Jason, um bombeiro delicioso que adora me foder, principalmente quando conto sobre flertes que recebo...

Delícia Negra

Delícia Negra Eu já contei neste site sobre a primeira vez em que comi um cuzinho bem gostoso, foi quando pulei a cerca e transei com a Vanessa (nome ficticio) da zona leste de São Paulo, no conto "Antes anal a tarde do que nunca". Agora vou...

A Empregada Que Tirou Minha Virgindade

A empregada que tirou minha virgindade Em 1958 mudamos para Guaratinguetá no vale do Paraíba, meu na época trabalhava com TV e foi transferido de São Paulo para ajudar na implantação do sistema de UHF e levar televisão para toda aquela...