Minha Cunhadinha Safada

Minha cunhadinha safada

Olá me chamo Francisco tenho 24 anos, tenho 1,72, moreno, olhos puxados, pois sou descendente de índio, sou casado com uma loira maravilhosa muito gostosa, ela tem 25 anos, com 1,64 de altura com a cinturinha fina e uma barriguinha linda que adoro gozar de vez enquanto, uma bucetinha lisa e peitinhos pequenos. Mais a historia que vou contar agora ela é coadjuvante, a principal é minha cunhadinha Rafaela que até agora não acredito no que ela fez. Sou casado há dois anos, mas já estou há cinco anos com minha esposa ela tem quatro irmãos, sendo que um dos irmãos é uma novinha de 15 anos muito gostosa, ela é branquinha dos olhos verdes cabelo preto liso que bate na bunda maravilhosa que ela tem, sem falar nos peitos durinhos nem usa sutiã ainda, pernas grossas uma maravilha só de olhar da uma excitação.

Bom tudo começou quando me casei, há dois anos, a Rafaela na época tinha 13 anos e eu achava muito chata nem reparava nela, mas sabia que no futuro iria se tornar um mulherão, ela sempre gostava de me pedir as coisas, dinheiro, favores gostava de conversar comigo, até ai tudo bem, com o passar dos anos minha esposa foi ficando com ciúmes, pois ela estava crescendo e se tornando uma mulher linda e isso incomodava minha esposa. Ai certo dia ela disse:

Esposa: Não estou gostando desse teu papinho com minha irmã, já reparei o jeito que tu olha pra ela, sei não viu!

Eu: Até parece né amor, ela sua irmã, nada haver.

Depois disso me afastei um pouco da Rafaela parei de conversar e ela percebeu meu jeito e também parou de falar um pouco comigo, a gente falava só o necessário, minha esposa ciumenta como é ficava me avisando toda hora, ?To de olho viu? eu já estava de saco cheio por que eu não via maldade na Rafaela, até uma amiga da minha esposa falar que viu namorando com um cara mais velho, minha esposa me falou não acreditei por ela se muito nova e meus sogros não deixavam sair pra lugar nenhum, comecei ver minha cunhadinha com outros olhos.

Certo dia, eu e minha esposa que moramos sozinhos não temos filhos, fomos para casa dos pais dela passar um final de semana, a casa dos meus sogros fica em outro bairro chegamos lá tinha churrasco cerveja e outros familiares todos se divertindo, lá tem uma piscina pequena como não bebo, fui me refrescar um pouco, depois minha esposa e depois, meus cunhados, ficamos brincando até minha cunhadinha ir também ela estava num biquíni todo branco, pulou na piscina ela ficou molhadinha confesso que pirei naquela buceta molhada, todos brincando ela pulava em mim querendo me afogar de brincadeira é claro e minha esposa só olhando de cara ruim, ciumenta já estava sacando tudo. Minha esposa me chama e diz:

Esposa: vamos sair estou com frio

Eu: vamos amor, disfarçando de pau duro só de ficar olhando pra minha cunhadinha gostosa.

Cunhadinha: ah não, vamos continuar a brincadeira estava tão bom.·.

Minha esposa zangada fala que não e sai, minha cunhadinha Rafaela nem ligou e continuou a brincar com outros irmãos. Minha esposa brigou disse que estava querendo ficar com a irmã dela que era pra eu parar de falar definitivamente com minha cunhadinha.

Concordei porque não queria briga e continuou tudo normal, chegando à noite todos decidiram sair pra uma festa, minha esposa não queria ir porque estava muito cansada, decidimos ficar na casa, os meus cunhados também ficaram pois não tinham idade pra sair inclusive minha cunhadinha Rafaela, minha esposa foi deitar e disse pra mim não demorar pois eu e meu cunhado estávamos jogando videogame no quarto e pra começar minha cunhada aparece de baby-doll querendo jogar também, fiquei de pau duro, aqueles peitinhos durinhos calcinha socada na bunda fiquei loco, então falei:

Eu: vou dormir galerinha estou com sono. (pra fugir da tentação)

Minha cunhadinha fala logo: vai não fica, vamos jogar mais.

Meu outro cunhado fui dormir ficou eu e ela, quase cozei na cueca, só de pensar que estava com ela no quarto, e com medo da minha esposa ir ao quarto e pegar nos dois sozinhos, era morte na certa.

Eu: não posso ficar aqui sozinho com você Rafaela

Cunhadinha: porque não?

Eu: sua irmã pode vim aqui e não gostar

Cunhadinha: relaxa vou lá ver se ela dormiu ai volto aqui pra gente jogar tá.

Imediatamente pensei, em sair do quarto e ir dormir, mas aquela era uma oportunidade única. Ela chega e diz:

Cunhadinha: ela está dormindo podemos passar a noite toda jogando.

Já era umas 2 da madrugada ela disse:

Cunhadinha: vou dormir cunhado lindo e você vai também viu.

Pensei ?droga não vai rolara nada? em seguida ela diz:

Cunhada: já que estamos aqui vamos conversar?

Eu: vamos, sobre o que?

Cunhada: sobre você, minha irmã, eu é claro, sei que minha irmã tem ciúmes de mim com você, mas, pode ficar tranquilo que não vou dizer que você está aqui comigo.

Eu: eu sei, até porque eu estaria morto né rsrsrsrs.

Cunhada: posso fazer uma pergunta?

Eu: sim!

Cunhada: você come minha irmã todo dia?

Pensei é agora que como essa safada, respondi logo que sim, que minha esposa fazia tudo na cama.

Cunhadinha: nossa que gostoso queria ser comida todos os dias assim, fiquei até molhada quer sentir minha buceta?

Coloquei a mão e estava encharcada a calcinha, não pensei duas vezes parti pra cima e beijei sua boca carnuda, chupei seus peitinhos ela gemia baixinho, e dizia:

Cunhada: chupa meu gostoso quero gozar! Faz-me gozar igual a minha irmã, me faz, vai, não para tô cheia de tesão.

Eu estava loco meu pau latejava, em seguida chupei a bucetinha dela peludinha, eu chupava e ela gemia gostoso, eu já não estava nem ai poderia morrer no dia seguinte mas morria feliz.

Cunhadinha: me fode vai cunhado, mete esse pau logo, vou gozar vai, vai.

Eu meti bem devagarzinho na bucetinha apertada, e ela mexia bem gostoso e gemia, e falava:

Cunhada: Ai, ai, ai, vou gozar, vou gozar safado, me fode, sou sua puta.

Ela gozou no meu pau, em seguida coloquei pra chupar meu cacete de 18 cm, ela disse que nunca tinha chupado, mas tudo tem a primeira vez. Ela chupava loucamente mordia, cuspia, batia na cara meio perdida sem saber o que fazer, mas tentando me agradar, falei:

Eu: dei eu enfiar no teu cuzinho?

Cunhada: Não, doi! Já tentei dá uma vez pra nunca mais, mas se você quiser deixo gozar na minha boca, você quer?

Nossa minha esposa nunca deixou gozar na cara dela e agora tenho oportunidade, disse logo que sim.

Ela abriu a boca e disse:

Cunhadinha: vem gostoso goza em mim, goza, vai cachorro!

Fiquei loco de tesão, gozei tanto que encheu a boca dela, ela cuspiu e disse:

Cunhadinha: Agora sei por que minha irmã é louca por você. E morre de ciúmes.

Desde que aconteceu isso nunca, mas tive outra oportunidade, ela me olha com a cara mais limpa do mundo, como se nada tivesse acontecido, mas prefiro assim, amo minha esposa e não quero acabar com meu casamento, sem falar que ela é muito gostosa. Mas agora toda vez que faço sexo com minha esposa penso na minha cunhadinha, e pedi pra minha esposa deixar sua bucetinha com um pouco de pelinhos né pra lembrar a buceta da minha cunhadinha safada.

Contos relacionados

Primeiro Boquete Fora Do Casamento

Bem, vou contar qui como foi que virei corno.  Não sou corno propriamente digo, pois minha mulher ainda não foi comida, mas já me considero. Estamos casados a 5 anos e a 1 ano conheci o site Sexlog, por onde vi muitos relados de esposas putas. No inicia...

Sou Corno De Outra Mulher

Oi, me chamo Fabrício, 30 e sou casado com Letícia 27, vivemos bem, há uns cinco anos. Certo dia Leticia Letícia me pede que fossemos passar um fim de semana num hotel fazenda bem longe de casa porque queria criar coragem para falar comigo de um assunto...

Luci Jacarei

LUCI JACAREI Ola, meu nome é Luci, morena, casada, e mãe de três filhos todos já adultos e formados. Sou evangélica, moro na cidade de Jacareí-Sp. Sou até certo ponto uma mulher comum: Dona de casa, mãe. Uma mulher simples. Tenho uma boa...

Novinha Perdendo a virgindade

Meu nome eh Carol, vou contar eu era novinha perdendo a virgindade, foi quando eu tinha, eu estava namorando um garoto chamado luiz, e achava que ele era o garoto da minha vida, e tinha certeza de que ele seria meu primeiro, mas com o namoro a relacao...

A Volta Da Praia

A volta da praia Eu tinha que subir para São Paulo no domingo porque o trabalho tem que continuar. O max pediu se podia pegar uma carona comigo porque tinha acabado de saber que seu nome estava na lista de chamada para a Faculdade de Comunicações...

Socando As Bolas

Futebol é um jogo de contato que vai muito alem do campo. Quando entrei para aquele time estranhei aquela historia de ganhar tapinhas na bunda durante as comemorações, mas após algumas partidas acabei me acostumando e achando aquilo natural embora vise...