Um Fetishe Alucinante I

Um fetishe alucinante I

Olá para todos. Meu nome é Dau, casado, 1m71 e estou hoje aqui para contar uma história que aconteceu comigo há uns dias atrás. Eu sou fascinado por alguns fetiches, entre eles mulheres fumantes, saltos, meias e sinta liga. Um dia resolvi contar para a minha namorada à vontade que tinha em realizar esses fetiches, que para mim já se tornara uma sonho, pois pensava a cada momento neles. Entrava sempre em sites relacionados a estes temas, buscava alguém nas salas de bate papo que se interessasse também para trocarmos idéias e desejos. Ela mi surpreendeu em dizer que tinha adorado saber e que um dia quem sabe ela poderia realizar juro para vocês que fique surpreso e ate indaguei pra ela: Mas você fuma? Ela havia mi confessado que há muito tempo ela fumava, mas não como vicio e sim socialmente. Fiquei excitado em saber disso e a partir daí imaginava ela com um cigarro, bem sexy tragando e mi provocando. Certo dia por telefone, avisei a ela que havia comprado um presente pra ela e gostaria de entregar. Marcamos em um bar e lá entreguei pra ela o presente, era uma cigarreira e um isqueiro, bem sexy e atraente. Ela e surpreendeu e falei que é um sinal para ela quando ela quiser realizar minha fantasia. Logo após o jantar fomos a um motel. Ao chegarmos lá ela pediu para eu ficar no carro, pois ela iria preparar uma surpresa pra mi e que eu só entrasse no quarto depois que ela desse o sinal. Tudo bem concordei com a brincadeira Fiquei ansioso aguardando o sinal dela.

Ao seu sinal entrei no quarto e ela me mandoueu tirar a roupa e fica de cueca na cama esperando-a, pois estava no banheiro se ajeitado. Fiquei curioso, deitei na cama e aguardei. De repente ela sai do banheiro vestida em uma camisola preta meio transparente e por baixo meias e saltos, nossa muito sexy. Minha namorada era meio gordinha, 1m70, cabelos pretos lisos ate os ombros e muito tesuda… Ela pergunta: Gostou? E eu só balanço a cabeça dizendo que sim. Aí ela vai à bolsa pega a cigarreira e o isqueiro, eu fico sem acreditar, ela tira o cigarro e acende. Nossa meu pito começou a latejar ao a verela tragar e jogar a fumaça para cima. Ela pergunta se eu gosto assim e mais uma vez sem palavras respondo balançando a cabeça. Ela começa a fumar e me olhar sexy, louca para fuder, mais sabe que ali naquele estilo eu já estava ficando louco de tesão e cheio de vontade. Ela chega perto de mi e começa a jogar fumaça em meu corpo, devagar ela começa a mi tocar, acariciando meu pinto, ela tragava e jogava fumaça, nossa era uma loucura….ela estava uma verdadeira puta e eu louco pra gozar so em ver ela fumando. Ela começou a mandar em mi, mandou eu mi deitar e sentou em cima da minha cara, comecei a chupar ela, minha boca estava toda dentro da buceta dela, minha cara toda melada com o gozo dela, ela começou a rebolar em minha cara e eu a chupava loucamente, enquanto ela tragava, eu a masturbava, ela tinha um duplo prazer….

Contos relacionados

O Casal Da Bmw

Estava fazendo uma hora num barzinho aguardando a minha noiva chega e como sabia que ela iria demorar eu pedi uma cerveja. Enquanto eu bebia vi quando uma BMW branca estacionou junto a calçada ate ai nada demais, só que durante algum tempo ela ficou ligada...

Amantes Loucos

       Era um sábado à noite quando meu amante me ligou, branco, cabelos negros, alguns fios grisalhos, barba por fazer, costas largas, pau delicioso, 23 anos mais velho que eu, (41, quem quiser faça as contas) me perguntou o que estava fazendo, falei...

Sobrinha Da Minha Mulher

OLA OQ VOU CONTA JA TEM UNS 6 ANOS QUE ACONTECEU MEU NOME E PAULO EM 2009 CONHECI UMA MULHER MINEIRA PELA NET SO QUE ELA NÃO MORA EM MINAS E FICAMOS TC TODOS OS DIAS PELA NET ATÉ QUE EM 2010 ELA FOI MORA EM MINAS GERAIS JUNTO COM A FAMÍLIA O TEMPO PASSO E...

Serei A Puta Do Meu Filho

Serei a puta do meu filho Sou uma mulher de 56 anos, moro em São Paulo e, como toda mulher da minha idade, tenho meus desejos reprimidos. Sou divorciada e a história que vou contar no início me envergonhava muito, mas senti que seria necessário...

Anal. (como Tudo Começou).

Anal. (como tudo começou). Ola! Sou eu a Jaque. Para quem não leu meus contos anteriores, sou casada, maridão voyer, ruivinha cabelo curtinho estilo Channel, pele bem clarinha, coxas lindas e bem torneadas bumbum grande sem exagero, seios...

Jake

Bom, Jake é minha prima! Ela é um ano mais velha que eu, uma morena linda, magrinha, olhos castanhos, bunda redondinha, durinha e perfeita, peitos grandes, bem redondinhos, macios e lindos... Certo dia ela veio nos visitar, porém todos haviam saído e...