Segredos De Uma Mulher Casada

Segredos de uma mulher casada

As coisas acontecem, a gente nem sempre consegue entender por que.Eu,  uma mulher casada,  bem resolvida,  um bom marido,  filhos adolescentes, mas ajuizados, enfim,  uma vida que não poderia ser melhor.  Aliás,  a vida da gente, boa ou má,  só passa a ter uma definição mais correta quando você a compara.  E comparar é muito fácil.  A Aline,  minha amiga,  casada com o Douglas,  tem uma vida bem diferente da minha. O Douglas apesar de tratá-la bem,  vive dando em cima das mulheres que aparecem.   Aproveita de seu estilo brincalhão e aproveita-se disso.  Não raro ouço a Aline reclamar de que ele a esta traindo.  É apenas uma possibilidade,  mas considerando o jeito do Douglas ser,  pode muito bem ser verdade.  Meu marido Claudio já se aborreceu com o Douglas.  Um dia, em um churrasco,  depois de beber muito,  o Douglas disse ao Claudio que eu era uma mulher muito gostosa.  O Claudio se aborreceu com isso,  me preveniu sobre ele e daquele dia em diante eles esfriaram um pouco as suas relações,  ao contrário de mim e da Aline,   estávamos sempre juntas falando e comentando sobre as nossas vidas.Um dia a Aline me chamou em sua casa para conversarmos.  Quando cheguei encontrei uma amiga chorando copiosamente.  Sem entender eu a abracei e quis saber a razão de tanta tristeza.  Ela passou para mim um bilhete que havia encontrado no bolso da calça do Claudio em que tal de Vera comentava sobre seus encontros com Claudio e pedia para que ele a encontrasse mais vezes na semana.Se até então havia alguma dúvida quanto à fidelidade do Claudio,  daquele momento em diante não havia mais.    A Aline revoltada me confidenciou que iria dar um troco.Semanas se passaram sem que se  discutisse esse assunto.  O Claudio nada comentou e a Aline passou esse tempo ausente justificando um aumento de seu trabalho.Chegou o dia do aniversario do Douglas e a Aline convidou a todos para a festa que realizaria.  Mesmo a contragosto Claudio aceitou e la fomos nós.   A festa estava animada,  muitas pessoas desconhecidas,  alguns conhecidos nossos e assim íamos de canto em canto conversando e bebendo.   Altas horas o Douglas já estava bem alto e cantava todas as mulheres que passavam perto dele.   Dei por falta da Aline e com vontade de ir ao banheiro,  subi as escadas e aproveitaria para ver se a Aline esta por lá.  Quando me aproximei do quarto dela,  ouvi  uns sons estranhos e pé a pé aproximei-me da porta que estava entreaberta.  O que vi  me deixou atônita a Aline de costas,  atrás dela um homem que não reconheci,  a apertava fortemente e suas mãos levantavam seu vestido e massageavam sua buceta por cima da calcinha.  A cena me fez molhar imediatamente.  Seus gemidos contidos mostravam que ela estava gozando.  Lançando-se para traz e beijava o homem que continuava com suas mãos na sua buceta.   Meio desnorteada acabei batendo o cotovelo na porta e não consegui evitar que eles me vissem.  Desci as escadas rapidamente e juntei-me ao meu marido.  Sentia uma forte umidade a exalar de minha buceta.No dia seguinte a Aline vem a minha casa.  Um pouco sem jeito me conta que conheceu o Aderbal em seu trabalho e que já vem mantendo relações com ele há algum tempo.  Perguntei se não temia que o Douglas descobrisse.  Fiquei espantada quando me diz que ele já sabia e admitia.   Desde que ela descobriu o bilhete em seu bolso,  fizeram um pacto onde cada um,  mantendo as aparências,  poderia ter a vida que quisesse.  Fiquei  estarrecida,  mas ao mesmo tempo excitada.    Mais calma a Aline passou então a contar a grande transformação que ocorrera em sua vida.  O tesão que até nem mais sentia,   era efervescente,  e o sexo passou a ter uma importância em sua vida que nunca tivera antes,   ajudando-a  a ser mais feliz de uma maneira geral.Num momento da sua conversa ela me diz sorrindo:  ?  você tem que experimentar,  tenho certeza de que vai gostar e nunca mais vai querer outra vida ?    ralhei com ela;   ora,  como poderia viver com minha consciência indo para a cama com outro homem??   Ela então retruca,  amor,  isso passa !!!!Essa conversa permaneceu muito tempo comigo,  e não posso negar,  ela me excitava.  Com o passar do tempo,  até pelo fato do Claudio não me procurar tanto,  a idéia de dar a um outro homem começou a ter algum sentido.Certa vez,  ao sair do meu trabalho,  eis que me encontro com a Aline saindo também do seu.   Como começava a  chover,  ela me convidou a dar uma paradinha num barzinho para tomarmos um chopinho enquanto a chuva não passava.    Mal nos sentamos ela avista em uma mesa próxima um homem que lhe sorri.  Ela retribui o sorriso e o homem se aproxima da mesa.  Incomodada cutuco-a por baixo da mesa.  Ela fazendo de conta que não percebe, levanta-se da um selinho e um abraço nesse homem,  em seguida me apresenta,  seu nome é Rodrigo e se conheceram há algumas semanas atrás.  Ela o convida a sentar e começamos a conversar animadamente.  Meu marido me chama ao celular e lhe digo que estou esperando a chuva passar para ir embora,  ele me avisa que esta em uma reunião e que não teria horário para chegar em casa.  Volto a prestar atenção na conversa e percebo que o Rodrigo encoustou-se mais na Aline,   podia até perceber que ele passava as mãos em suas coxas por baixo da mesa.  Subitamente um homem se aproxima da mesa.  Alto,  moreno,  sorriso encantador se dirige ao Rodrigo que ao vê-lo, levanta-se e o abraça efusivamente.  Ele é então apresentado,  seu nome é Sidney e são amigos de infância.  Convidado a sentar,  Sidney começa a falar de sua vida,  de sua família,  é casado,  tem filhos também adolescentes mas passa por uma fase ruim em seu casamento.  Revela-se carente.   Conversa vai conversa vem,  percebo que o Sidney se aproxima um pouco mais de mim.  Mesmo mais altinha por conta dos chopinhos, percebo que ele toca sua perna em minha perna.  Mantenho a aparência e me afasto de seus toques,  ele então se aproxima mais e me toca novamente.  Já começo a ficar com raiva de sua insistência,  mas inegavelmente,  começo a me excitar também.  A Aline então levanta para dançar.  Sidney me convida e fico na duvida se devo ou não,  mas,  como a chuva insistia em continuar,  penso que uma dança não seria problema.  Quando nos juntamos na pista,  Sidney me enlaçou a cintura e encostou seu corpo no meu e seu rosto em meu pescoço.   Suas mãos perto da minha bunda,   seu pinto duro na direção de minha buceta e seus lábios roçando meu pescoço começaram a me levar às alturas e todas as minhas resistências começaram a ser minadas.  Acho que ele percebeu minha respiração entrecortada,  e suavemente virou o meu rosto e me deu beijo nos lábios… acho que eu os abri porque quando percebi,  sua língua já se apoderava de minha boca.Senti que cheguei a um ponto de difícil retorno…

Continua… 

Contos relacionados

Virgem Para Homens

Virgem para homens Olá meu nome é Gabriel e eu sou de Brasília-DF, faz alguns anos que tive uma experiência que até hoje fico com vontade de repetir, foi o maior tesão que já sentir até hoje. Então, quando eu tinha uns 18 anos de idade...

Uma Cliente De Prazer E Sigilo Absoluto

Não sei se as pessoas que lerem vão acreditar ou não, pois o importante é que vivi, gostei e queria mais. Então, amigos e amigas, minha profissão é diferente, não se assustem. Para poder viver, atualmente, leio a sorte das pessoas, através de cartas...

Flavinha Safadinha

Olá, me chamo Flavinha, tenho 18 anos, 1,60m, 50kg bem distribuídos, me sinto uma baixinha até que bem atraente. Tenho seis médios que se encaixam perfeitamente em minhas mãos, adoro minhas coxas, são um pouco grossas. E para finalizar amo minha bunda,...

Pedi Tanto Que Ela Fez...

Pedi tanto que ela fez... Amigos leitores, vou contar pra vocês, a história que meche com minha cabeça, me deixando louco de tesão e me tirando do sério. Meu nome é Luiz, branco, alto, boa aparência e divertido e namoro com Fátima a três...

Uma Suruba Gostosa

Sempre no trabalho, via Michel, o servente de pedreiro e continuávamos nos encontrando. Abri o jogo com ele e falei sobre o Álisson. Pensei que ele fosse ficar com raiva de mim e nem quisesse mais me ver. Para minha surpresa, a reação dele foi outra:...

Gosto De Gozar Na Pica Do Meu Irmão Gêmeo

Gosto de gozar na pica do meu irmão gêmeo Meu nome é Nádia. Há 6 meses estou casada com o Bonfim, representante comercial, que só vive no interior trabalhando. Meu pai já havia feito uma casa de dois quartos nos fundos do lote em que moram....