Virada De Ano

Pessoal, vou contar uma super aventura que aconteceu comigo no revelion de 2010.

Aqui em BH, acontece todo ano na virada do ano uma queima de fogos em torno da lagoa da Pampulha, este é o principal evento publico do começo do ano, onde que reuni milhares de pessoas, todas desejando começar o ano bem, inclusive eu também. Eu e minha namorada estávamos brigados, por isso fui sozinho, estacionei meu carro em uma rua paralela da lagoa e fui para festa, fiquei lá até as 3h da manha. Não arrumei nada, só um sarro aqui, uns beijos ali, mas nada de motel, acho que eu também não estava querendo. Foi quando começou a chover, ai que fui embora mesmo, subi a rua e peguei meu carro, entrei por varias ruas passando por dentro do bairro tentando fugir do congestionamento que estava na avenida principal, até que passei por uma rua alagada por causa da chuva, quando eu vi já estava no meio daquela poça de água toda, andei alguns metros e no começo de uma descida meu carro morreu, só deu para encostar no meio fio, estava descendo água, mesmo assim ,tentei fazer o carro pegar, umas três vezes, mas nada.

Já tinha se passado meia hora quando tentei novamente e nada, foi quando alguém bateu no meu vidro de passageiro.

– Não está conseguindo ligar?

– É, parou de vez. gaguejei assustado.

– Abre a tampa do motor, que vou dar uma olhada. Exitei em abrir, confesso que fiquei com medo.

– Pode deixar, daqui a pouco ele pega. falei com medo, estava tudo deserto.

– Sinto muito rapaz , este carro não vai ligar tão cedo, porque molhou uma tal peça, disse ele.

Estava com muito receio, abri a janela do carro percebi que ele estava sozinho e Tb tinha parado de chover, mesmo assim abri o capu do carro. Ele Mexeu aqui e ali, foi quando ele pediu uma folha de jornal, e secou alguma coisa no carro e disse ?pode ligar?. foi só virar a chave e o carro pegou.

– Puxa, muito obrigado, como posso agradecer.

-Não a de que! Mas se você puder me dar uma carona até a avenida.

– Claro, entra ai.

– Mantenha seu carro ligado por alguns minutos antes de arrancar. Disse ele.

– ficamos conversando antes de sairmos. neste instante voltou a chover forte.

Descobri que seu nome era Joel e que ele não era mecânico e sim que trabalha de vigia ali perto descobri alguma coisa do seu trabalho. Mas nada daquele papo era interessante, foi quando ele mexeu um pouco e seu peito cabeludo ficou a mostra, foi quando meu lado feminino floriu, comecei a ver aquele , homem com outros olhos. Ele deveria ter uns 48 para 50 anos, tinha uma aparência sofrida e cansada ou seja ãera feio, mesmo? e estava muito molhado e um cheiro forte de ?homem?, no mesmo momento que aquele cheiro era desagradável, era sexy e muito excitante e, de praxe como todas a putas fazem é ver o volume do membro, bem discreto lambi os lábios. Neste instante percebi que eu não queria agradar nenhuma fêmea naquela noite, exceto aquela vadia que estava dentro de mim ou seja eu não estava afim de engatar a primeira e sim a marcha ré e se não ficou claro eu queria dar a minha bundona branca que modéstia parte e deliciosa para um caralho gostoso.

Neste momento já estava achando ele engraçado e rimos de varias estórias dele. Cada vez que olhava aquele homem gostoso sentado ali perto de mim meu cu suava e suava muito, ele estava se alto lubrificando. Descobri que sua mulher tinha abandonado ele por conta de bebedeira. No fundo Joel parecia um perdedor e acomodado na vida e com o trabalho que tinha, mas não me importava. E Só me deixava a crer que ele deveria estar taradão e ele ia pegar a primeira vadia e arrembentar ela. Comecei a puxar assunto a respeito de suas transas.

-Puxa Joel, você deve trepar com muitas mulheres por aqui?

-Não, nada disso, as mulheres que trabalham por aqui não da bola e muito menos as patroas, são umas vadias gostosas mas elas não dão bola.

-Qual foi sua trepada mais gostosa ?

– Foi com uma empregada que trabalha numa casa que eu estava trabalhando, ela estava me dando bola e no terceiro dia ela estava trabalhando só de biquíni, ela era muito gostosa e colocou uma musica de fank e começou a rebolar perto de mim, ai segurei ela pela cintura e tirei sua calcinha e cravei meu pau dentro daquela buceta gostosa, fudendemos muito naquele dia.

Neste momento percebi que um volume subia na sua calça, era seu mastro crescendo de tesão

Por causa da vadia, ai me entreguei pela primeira vez.

– Ai que deliciaa. Falei num tom bem viadinho, mordendo os lábios e olhando aquela piroca que estava indurecendo bem na minha frente e eu não podia acaricia-la. Como estava chuvendo muito lá fora, fantasia começarão a surgir, poderíamos transar gostoso ali dentro do carro mesmo ou até lá fora no capu do carro debaixo da chuva, claro que eu estaria vestida de puta com sapato alto, bem vadia. E ninguém perceberia, pois não passava ninguém.

Não sei se ele percebeu, mas ele deu uma acertada no saco, ai quando ele encheu a mão pude perceber o tamanho daquele caralho, no fundo acho que ele fez de propósito.

– Veja como ela me deixa, totalmente de pau duro, tem muito tempo que não trepo numa puta tão gostosa como ela.

Naquele momento acho que ele estava me fazendo um convite. Eu estava realmente com muito tesão por aquele homem, ele realmente deveria estar muito tempo sem trepar e a próxima trepada dele vai ser forte que vai doer nele e na puta que der para ele. Decidi que esta puta será eu.Fiz uma outra pergunta de viado.

-Voce acha que você trepa bem?

-Sou muito experiente, carinhoso e com o tamanho da minha pica eu as levo a loucura.

– Voce é muito convencido.

Lembrei que no porta mala do meu carro eu tinha uns acessórios para mim montar de fêmea e lancei a cartada.

-Joel, você gostaria de trepar gostoso numa puta hoje?Uma loira ou morena?

-Claro que gostaria, Adoro uma bundinha branquinha, adoro uma loirinha, quero começar o ano bem, mas quem é esta puta?

-Uma amiga minha, ela é muito vagabunda e vai adorar trepar com você. Deixa eu ligar para ela e marcar um encontro. Fingi que estava ligando.

-Alo Thalina, sou eu. estou aqui com um cara bem legal aqui comigo e ele esta morrendo de tesão afim de trepar com uma vagabá que nem você, topa dar para ele?

-Como é? Ai amiga, você quer saber o tamanho do pau dele?ha, há parece grande, você topa?

-Legal, então encontra com a gente La naquele motel, que ele vai te fuder gostoso e leva aquela roupinha para encrementar a noite.

Fomos para o motel, ali na região da Pampulha mesmo, onde que é muito comum gays entrarem para fuder , eu mesmo já estive La algumas vezes. Na ida falei de como ela faria com ele, só para deixa-lo cada vez mais com tesão e observava o pinto dele duro, eu não via a hora de trepar com ele. Quando chegamos no motel, entramos no quarto e fui logo ao banheiro, disse que iria usar o banheiro antes que ela chegasse, mas eu fui era lavar meu cuzinho, pois ele tinha suado muito de tesão. Sai do banheiro e simulei uma ligação.

– E ai, gata, tá chegando? Otimo, então estou indo embora.

– Gatinho, ela tá chegando.Já me entreguei. Entra para dentro do banheiro, que ela vai preparar para você e quando ela tiver pronta ela ligará o radio, ai você pode sair, curta bem a noite, seja carinhoso e fode ela bem gostoso, ela adora uma boa lambida no cuzinho.

Joel entrou para dentro do banheiro e trancou, enquanto isso fui até o carro e peguei minha maleta de boneca. Me maquiei o rosto, passei baton rosa com brilho para combinar com pele, coloquei uma peruca loira, passei um creme no corpo para ficar cheirosa, macia e me lubrifiquei com um lubrificante comestível sabor morango e coloquei meu conjuntinho preto, para realsar com a loira e ficar mais sexy ainda, tanguinha cravada,blusinha transparente,cinta liga, meia calça 7/8 e sandália, fiquei linda e deliciosa para o meu macho. Ajoelhei em cima da cama, diminui a luz, liguei o radio e encostei na berada da cama, empinando a minha deliciosa bunda, ficando um pouco de quatro bem disfarçada e comecei a rebolar bem de leve, ouvi meu macho sair do banheiro e ouvi um sussurro:

– Hummmmm, que deliciosaaaa

Foi logo acariciando minha bunda.

– Que vadia gostosa. Beijou minha bunda e mordidas de leve.

– E muito cheirosa também.Neste instante ainda ajoelhada na cama e de costa para ele, começou a me abraçar e querendo me beijar, neste momento, descobri que meu macho não tinha aproveitado o tempo que ele estava no banheiro e não tomou banho, ficou muito escitante e prazeroso, eu toda limpinha e cheirosinha para ele e ele todo suado com um cheiro másculo, de macho mesmo.senti seu pau endurecer e entrar no meio da minha perna, estava quente e gostoso, ele já estava nu, comecei a rebolar mais ainda. Mas estava com medo dele me recusar, pois talvez ele estava achando que iria comer uma mulher e não um gay, por isso virei a cabeça para tras e me revelei.

– Gostou da surpresa, meu amor ?

– Olha então a vadia é você? Com ele me enconchando e de joelhos em cima da cama, ele me beijou intensamente com uma língua que era grande, virei de frente para ele, sentei no seu colo e continuamos a nos beijar e ele apertou a minha bunda, me acariciou, beijou meus peitinhos meu pescoço minha orelha era delicioso sentir aquela barba raspando no meu corpo lisinho de fêmea, voltamos a nos beijar, desta vez já estava de pernas abertas e sentada no seu colo,com seu delicioso membro duro percorrendo minha bunda que já estava louca querendo ele, e que beijo maravilhoso nos demos. Neste instante ele me levantou e me colocou de quatro , impinei o Maximo minha bunda que chegou a doer minha coluna e ele tirou o lacinho da minha calcinha e começou a chupar maravilhosamente bem meu cuzinho , que já estava piscando de tesão, ele enfiava e tirava a língua, eu fui ao delírio, meu cuzinho minava de prazer, antes que ele me rasgasse com aquela piroca, me virei e quis retribuir com uma chupada no seu pau. Ele encostou na cama e eu comecei a chupar aquele mastro, o cheiro não era bom, mas eu não importei e lavei ele com a língua, dava leve mordidas no seu cacete e com a boca nele olhava para o rosto do meu macho, foi quando ele tentou tirar minha boca e não deixei, eu engolia deliciosamente até a garganta e ai tirou rapidamente me colocou de quatro e chupou meu cuzinho, ora suave, ora violento, vi que ele colocou a camisinha, voltou a chupar-me fui ao delírio até que….

– hummmmm, ele atolou aquela vara dentro de mim, me pegando pela cintura e acariciando meu corpo todo, estava maravilhoso, ele era mesmo carinhoso, cinco socadas gostosas iguais aquele e não aguentei e gosei na cama e ele continuou me socando a vara e eu rebolava gostoso no pau dele ele foi ao delirio com minha rebolada, gritou para que eu parasse se não ele iria, judiei do meu macho, ai que fiz mais intesso ainda, ele apertava minha bunda. Eu senti realizada sabendo que meu homem estava gostando, eu levantava abraçava seu pescoço, sua nuca puxando ainda mais contra meu corpo, tudo isso sem tirar o pau dele do meu cu-rasgado, ele me estocava cada vez mais rápido sabia que ele iria gozaaaaarrrr. Que delicia, senti a camisinha encher de porra ele não parou parecia que seu pau não amolecia, ficou algum tempo até que ele caiu sobre mim. Foi muiiiiittooo bom. Transamos mais uma vez naquele noite.

Nunca mais vi o Joel, mas como gostei daquele cheiro (fedor) criei um fetiche por homens fedorentos e as vezes pego mendigos nas ruas levo para um motel peço para eles tomarem um banho pé-de-chinelo, confesso para vocês, é maravilhoso eles são famintos e fazem tudo com muito intessidade. experimentem

Contos relacionados

Um E Pouco,dois E Bom E Quatro E Otimo.

No mês de dezembro de 2008 meu marido tirou as férias e fomos pra joão pessoa ,pb.Depois de tres dias de passeios. resolvemos ir a praia de coqueirinho perto de tambaba que fica a uns 40 km de joão pessoa.Lá chegando pegamos a beira da praia e numa parte...

Casal Triplo X

Casal triplo x Olá! Meu nome é Logam, sou cadeirante, tenho 36 anos, já relatei algumas de minhas aventuras sexuais aqui, agora estou casado, minha esposa, vamos chama-la de Paula. Bem Paula, não é aquilo que possa se chamar de mulherão,...

Minha Esposa , Amanda .

Bom ,esse e meu primeiro conto e desculpe pela falta de experiencia. Sou casado a pouco mais de 5 meses, minha esposa Amanda tem 19 anos morena tem 1,72 de altura, cabelos longos e cachiados, pesa 60 quilos, peitos grandes, uma delicia. Me chamo Alex,...

Da Janela à Cama

Da Janela à cama Férias, sinônimo de festas, bebedeiras e noites escaldantes - em todos os sentidos imagináveis. Na verdade, eram as últimas semanas das minhas preciosas férias, últimos dias em que iria me revirar até o meio dia na cama....

Tirando O Cabaço Da Prima.

Tinha combinando com meu primo Fábio que teríamos uma partida de futebol marcado, como de costume, como eu era da casa entrei a sua procura mas não o encontrava, perguntei a minha tia: é Oi tia cadê o Fábio? é Oi querido, Fábio deu uma saída com...

Primo Mais Novo!

Primo mais novo! O que vou contar para você, aconteceu a pouco tempo, mas nunca tive coragem de contar a ninguem. Meu nome é Daniela, sou loira, alta, tenho um par de seios médios, mas uma bunda grande e durinha, pois faço academia a quase...