Minha Experiência Como Massagista

Minha experiência como massagista

Vou usar meu nome de guerra… Carla, baixinha, loira de cabelos curtos, olhos verdes, seios em formato de pêra duros e bicudos, uma bundinha empinadinha e uma xoxotinha com pelinhos aparados formando um triangulo intertido dourado… sou a caçula de três irmãs, pais separado moro com minha mãe. Somos uma família de classe média alta, curso faculdade paga e nada me falta.

Minha história começa por pura curiosidade… numa saída com o pessoal da faculdade, os meninos falaram que freqüentavam uma casa de massagens e falaram das sacanagens… fiquei curiosa e um dia vendo os classificados do jornal liguei para uma dessas casas que procurava garotas para atendimento.

Fui contratada… por uma semana atuei como massagista numa dessas casas na região de Pinheiros – São Paulo… Quando cheguei Vanusa (uma loira alta) gerente da casa viu que eu era novata e me ensinou como fazer… e lá estava eu…era só receber o cliente, levar para um dos quartos, oferecer toalhas para um banho, aplicar uma massagem feita na maca sem nenhuma técnica específica, bastava fazer alisamento e amassamento nas pernas, coxas, bunda, constas e quando o cliente virava uma boa punheta ou um oral (já sabia que se rolasse outra coisa deveria cobra à parte e dar a comissão da casa)…. se fosse a massagem tailandesa o que mudava era que no lugar da maca era um tatame no chão e eu ficava só de calcinha (normalmente os clientes tiravam e me deixavam nua).

Após atender seis clientes na 2ª feira o máximo de diferente foi dois clientes que pagaram por sexo oral, visto que coloquei um valor bem alto para um programa no entanto vou relatar o fato mais excitante e surpreendente: Na 3ª feira meu primeiro cliente (às 10:30h) foi um executivo (seu terno alinhado e seu Fusion estacionado na porta da casa não deixavam dúvidas),, grisalho, corpo atlético, um perfume delicioso… fomos apresentadas e ele solicitou meus serviços…no quarto, se acomodou para uma tailandesa e eu só com uma tanguinha fio dental preta contrastando com minha pele clara.

Passei óleo sobre suas costas e deslizei meu corpo sobre o dele… excitada tirei a calcinha e esfregava minha xoxotina em sua pernas, minha bunda em suas coxas e costas, meus mamilos duros foram lambendo aquele corpo delicioso e eu ouvia Gil (era esse seu nome) gemendo baixinho…. lambi seu pescoço, suas orelhas, massageei sua bunda deixando meus dedos tocarem seu anus e seu saco e senti ele se arrepiando todos. Ao se virar, Gil me apresentou um mastro duro e viril (uns 18cm, grosso, com uma cabeçorra vermelha, apontando para o teto)…. mal consegui me concentrar na massagem hipinotisada por aquele caralho…. se que houvesse um pedido por parte daquele macho… abocanhei sua rola e comecei um boquete quente e úmido…Gil explorava meu corpo com suas mão macias, ora dedilhando minha xoxota, ora introduzindo seu dedo no meu cu e as vezes apertando os bicos de meus seios…. numa manobra rápida ele me colocou sobre seu corpo e demos inicio a um 69 fantastico….ele lambia meu clitóris e mordiscava meu grelo na mesma hora em que enfiava seu dedo no meu rabinho….sem controle gozei muito e larguei o peso de meu corpo sobre Gil. Ele me deu um tempinho e beijando com voracidade minha boca anunciou que iria me comer… sem nenhuma reação vi aquele macho colocar a camisinha e enterrar a rola na minha buceta… num papai-mamãe ele estocava com força e por vezes tirava por completo a pica, sendo que ao enterrar novamente sentia seu saco junto às minha coxas…. após fuder por um bom tempo com total controle ele gemeu alto e gozou… como hábil amante me levou ao gozo na mesma hora. Quase sem por me mexer pelo estado de êxtase total vi Gil ir ao banheiro, interfonou para recepção e disse que ficaria mais uma hora comigo e ao retornar ao tatame vei lambendo minha bunda e o meu cuzinho, preparando me preparando para um anal com certeza…. colocou sua rola mole na minha boca que com poucas investidas já estava dura e pronta para uma nova batalha…. me posicionou de lado….se colocou por trás de mim e forçando a cabecinha na porta de meu cu foi falando em meu ouvido: Sua putinha deliciosa…vagabunda….gostosa….deliciosa….vc gosta é de pica…. pede para eu meter no seu cu (e eu obedeci pedindo)… sem perceber aquela rola inteira estava dentro de meu rabo e Gil começou um vai-e-vem gostoso enquanto metia no meu cu, dedilhava minha buceta … logo chegamos juntos ao gozo novamente. Bem esta foi a parte excitante de minha história….a parte surpreendente é o seguinte…. tomamos banho juntos e Gil ao se arrumar com seu terno impecável, virou para mim e me chamando pelo meu nome real me deu um susto….vc me conhece??? Ele respondeu: Moramos no mesmo prédio e vc é amiga de minha filha….mas fique tanquila…será nosso segredo…só que agora faremos isso sem envolvimento de dinheiro e em motéis mais luxuosos.

Assim é… fiquei somente aquela semana na minha experiência (fiz massagem em 28 caras em 5 dias e transei com 9 deles)…. sendo que a mais de 6 meses semanalmente eu e Gil transamos (ele é uma delicia!!!!).

Contos relacionados

Comendo A Cunhada Gostosa

Olá amigas e amigos, esse é o meu primeiro conto espero que gostem!!! Me chamo Alex, tenho 32 anos, sou casado há 2 anos e vou contar uma história que aconteceu comigo. Sou concurseiro e vivo pulando de um órgão para o outro em busca de um salário...

A Despedida

Somos casados mas vivemos a uma vida dupla, cada um com seu parceiro. Ontem, depois de muito pensar resolvi que era hora de dar um basta nesta aventura pois estou completamente apaixonada por ele e não quero machucar ninguém. Ele estava de plantão e eu...

Ninguém é De Ferro!

Ninguém é de ferro! Sempre gostei de ler contos eróticos e por esse motivo criei coragem para contar algumas de minhas aventuras. Primeiramente irei me apresentar, me chamo Gabriela moro no RJ, mas vamos ao que interessa. Fui convidada para a...

O Quartel (parte 2)?

...CONTINUAÇÃO... Eu sabia que continuava levando chifres. Minha mulher, estava mais abusada, mais ousada e alguns dias, mais cansada sexualmente, era uma maratona sexual. Um dia, eu estava cheio de tesão e resolvi sair mais cedo do...

Película Escura 

Película escura  Meu marido não andava me procurando sexualmente e eu comecei a desconfiar que talvez ele tivesse outra mulher na rua, todo final de semana ele vinha com aquele papo de futebol chegava todo sujo, fedendo e exausto e por mais que...

Bambola, Una Bella Scopata!

Bambola, una bella scopata! Bambola, una bella scopata! Oi! Sou a Jaqueline, do conto ? Saindo do Marasmo?, e vou contar-lhes o que aconteceu comigo e com o ?primo? do meu marido. Certa vez, assim que começamos a namorar, meu marido me...